PRESSUPOSTOS TEÓRICOS DA AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA DO SISAPTO PARA O 9º ANO UMA ANÁLISE SOBRE OS ESCRITORES DE LEITURA

Conteúdo do artigo principal

Juliane Pereira Sales
Jacielle da Silva Santos
João de Deus Leite

Resumo

O artigo apresenta alguns fundamentos teóricos dos estudos linguísticos e da linguagem que subjazem referenciais norteadores da Avaliação de Língua Portuguesa do Sistema de Avaliação Permanente do Estado do Tocantins-SisAPTO aplicada ao 9º ano do Ensino Fundamental. Inquietou-nos refletir sobre quais os conceitos de língua, linguagem, texto, discurso e leitura que subsidiam a proposta de avaliação e, em que pode contribuir um estudo sobre esses pressupostos, partindo do que propõem estudos linguísticos e da linguagem, para a prática dos professores e o avanço da aprendizagem dos alunos. Realizamos uma análise do Guia Pedagógico do Professor de Língua Portuguesa do Sistema de Avaliação Permanente do Tocantins-SisAPTO para o 9º ano, especificamente sobre alguns descritores-padrões de avaliação em leitura da Matriz de Referência, objetivando identificar quais abordagens e/ou concepções linguísticas dão suporte à Avaliação de Língua Portuguesa do SisAPTO para o 9º ano como um todo, de forma a “lançar luz” a algumas estratégias de ensino de leitura ao professor no contexto da avaliação.

Detalhes do artigo

Seção
ARTIGOS
Biografia do Autor

Juliane Pereira Sales, Professora da Educação Básica do Tocantins

Mestre em Letras pelo Programa de Mestrado Profissional em Letras-PROFLETRAS da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Campus de Araguaína. Professora efetiva na Educação Básica do Tocantins. E-mails: profjuliane.sales@gamil.com

Jacielle da Silva Santos

Mestre em Letras pelo Programa de Mestrado Profissional em Letras-PROFLETRAS da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Campus de Araguaína. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Letras-PPGL/UFT-Araguaína (TO). Professora da Educação Básica do Tocantins, efetiva na Rede Estadual de Ensino (SEDUC/TO).

João de Deus Leite

Doutor em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Professor Adjunto na Universidade Federal do Tocantins (UFT). É professor do Curso de Letras, do Programa de Pós-Graduação em Letras (Mestrado e Doutorado em Ensino de Língua e Literatura – PPGL) e do Programa de Mestrado Profissional em Letras – PROFLETRAS, Campus de Araguaína.

Referências

BAZERMAN, C. Gênero, agência e escrita. In: HOFFNAGEL, J.C.; DIONÍSIO, A.P. (orgs). São Paulo: Cortez, 2005.

BRASIL. Ministério da Educação. PDE: Plano de Desenvolvimento da Educação : SAEB : ensino médio :matrizes de referência, tópicos e descritores. Brasília: MEC, SEB; Inep, 2008. 127 p. Disponível em http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/saeb_matriz2.pdf Acesso em 22 de abr2016.

CAED/UFJF. Guia de Elaboração de Itens: Língua Portuguesa. Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora. Juiz de Fora, MG: 2008. 223 Disponível em http://www.portalavaliacao.caedufjf.net/wp-content/uploads/2012/02/Guia_De_-Elabora%C3%A7%C3%A3o_De_Itens_LP.pdf Acesso em 20mai2015.

GERALDI, João Wanderley. Portos de Passagem. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

KLEIMAN, A. B. Oficina de leitura: Teoria e prática. 9ª ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2002.

______. A. B. Oficina de leitura: Teoria e prática. São Paulo, SP: Pontes Editores, 2013a.

______. A. B. Aspectos cognitivos da leitura. 9ª ed. São Paulo, SP: Pontes Editores, 2013b.

KOCH, I.G.V.; ELIAS, V.M. Ler e compreender: os sentidos dos textos. - 3. ed., 7ª impressão. - São Paulo, SP: Contexto, 2006.

______. Ingedore G. Villaça; TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Conceito de coerência e sua relação com a coesão. In: Texto e coerência. 13. ed. São Paulo, SP: Cortez, 2011. p. 13-26.

MUILAERT. A. A boneca Guilhermina. In: As reportagens de Penélope. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 1997. p. 17. Coleção Castelo Rá-Tim-Bum – vol. 8.

ORLANDI, EniPuccineli. Discurso e leitura. 9ª ed. São Paulo, Cortez: 2012.

PIETRI, Émerson de. Os estudos da linguagem e o ensino de Língua Portuguesa no Brasil. In: Ensino de língua: das reformas, das inquietações e dos desafios. In. SIGNORINI, Inês; FIAD, Raquel Salek (org.). Belo Horizonte, MG: Editora UFMG, 2012.

SALES, Juliane P. Saberes em leitura a partir do estudo dos descritores do ‘sistema de avaliação de língua portuguesa do SisAPTO’: percurso de professora da educação básica do Tocantins na construção de unidades didáticas. Dissertação (Mestrado em Letras – eixo temático em Linguagens e Letramentos, linha de pesquisa em Leitura e produção textual: diversidade social e práticas docentes) – Programa de Mestrado Profissional em Letras (PROFLETRAS) – Universidade Federal do Tocanitns, Araguaína-TO, 2017. 274 f. Disponível em https://ww2.uft.edu.br/index.php/profletras/links/documentos_dissetaces_defendidas Acesso em 20nov2020

SILVA, Fernanda Gomes da. SANTA’ANNA, Simone. A semântica lexical e as relações de sentido: sinonímia, antonímia, hiponímia e hiperonímia. In. Cadernos do Círculo Nacional de Estudos filológicos e Linguísticos, Vol. XIII, Nº 03. Rio de Janeiro, 2009. Disponível emhttp://www.filologia.org.br/xiiicnlf/03/03.pdf Acesso em 07mai2016

SPINILLO, Alina Galvão. O leitor e o texto: desenvolvendo a compreensão de textos na sala de aula. Revista Interamericana de Psicologia/Interamericana Journal of Psychology, 2008, Vol. 42, Num. 1 pp. 29-40. Disponível em < http://pepsic.bvsalud.org/pdf/rip/v42n1/v42n1a04.pdf> Acesso em 07mai2016

______. Referencial Curricular do Tocantins para o Ensino Fundamental de 9 anos. Secretaria da Educação do Estado do Tocantins – SEDUC-TO. Ensino Médio. Tocantins, 2009.

SEDUC-TO. Guia Pedagógico do Professor de Língua Portuguesa – 9º ano (SisAPTO). Secretaria da Educação do Estado do Tocantins – SEDUC/TO. Governo do Tocantins -Subsecretaria da Educação. Palm